4 Lugares onde festejar o Carnaval na Itália.

Como todos nós sabemos, o Brasil é conhecido mundo afora como o país do carnaval, mas nem todo mundo conhece o carnaval na Itália.

Algumas cidades como Veneza e Roma têm um estilo bem único de festejar essa data, e por isso se tornaram destinos muito concorridos e desejados pelos turistas. Mas antes de contar para vocês um pouco mais sobre a folia de carnaval na Itália, vamos falar sobre a origem do carnaval.

 

A Origem do Carnaval

 

Festas para o deus Baco

O Carnaval, mesmo sendo a festa mais popular no Brasil, não é uma invenção brasileira dos últimos tempos. A história registra que as festas que deram origem ao carnaval tiveram início na Antiguidade, nas regiões da Mesopotâmia, Grécia e Roma.

A palavra carnaval é derivada do do latim, carnis levale, que significa retirar a carne. Este significado da palavra Carnaval está ligado ao jejum feito, até hoje, durante a quaresma e também ao controle dos prazeres mundanos, oficializar o carnaval, foi uma tentativa da Igreja Católica de “enquadrar” a festa que antes era tida como pagã.

A associação entre o Carnaval e orgia é proveniente da semelhança com as festas realizadas pelos greco-romanas em homenagem ao Deus do vinho, Baco ou Dionísio para os gregos. Os bacanais, como eram conhecidas essas festas, ficaram marcadas pela embriaguez e pela liberação dos prazeres carnais.

Outra referência, eram as festas  de solstício que aconteciam em Roma, as Saturnálias e as Lupercálias. As primeiras ocorriam em dezembro, e as segundas em fevereiro, meses considerados como o mês das divindades infernais, mas também das purificações. Essas festas duravam dias e dias com fartura de comidas, bebidas e danças. A relação com o Carnaval, vem também da inversão temporária dos papeis sociais, com os escravos nos papeis de seus senhores, e senhores no papel de escravos.

Todas essas festas eram pagãs e a Igreja não enxergava com bons olhos com o fortalecimento delas junto ao povo. Para a Igreja, na concepção do cristianismo, a inversão dos papéis sociais de cada pessoa na sociedade durante as festas, fazia com que a relação entre Deus e o demônio também fosse invertida. Para tentar controlar os excessos do período das festas, a Igreja criou a quaresma, no século VIII, obrigando as festas a serem realizadas antes do período de vigília religiosa, oficializando, de certa forma, o Carnaval, como época onde todos os prazeres são permitidos.

O Renascimento, também traz algumas referências do carnaval. Nessa época surgia a Comedia Dell’Arte nas cidades italianas. Onde a música passa a fazer parte de desfiles de mascarados e carros decorados  que animavam e coloriam as das cidades italianas.

 

As príncipais festas de carnaval na Itália

Agora que sabemos a origem do carnaval, vamos conhecer as principais festas de carnaval na Itália.

 

1) Carnaval de Veneza

 

carnevale de veneza

Talvez seja o mais famoso e mais requintado do mundo. O Carnaval de Veneza é totalmente diferente do carnaval que temos no Brasil e é a principal festa de carnaval na Itália. É uma celebração mítica e, que mesmo com o inverno, seduz e atrai um número enorme de turistas.

A festa carnavalesca dura mais ou menos dez dias e ao contrário de outros festejos desta natureza, dedicados ao povo, em Veneza esta celebração é originalmente um ritual promovido pela elite financeira e cultural.

O grande marco do Carnaval de Veneza, é uso intensivo de máscaras e figurinos que reproduzem as vestes dos nobres dos séculos XVII e XVIII, ou representam os personagens da Commedia Dell’Arte – pierrôs, colombinas e arlequins.

Este carnaval, tão esperado por uns e tão criticado por outros, quase foi extinto no século XIX, mas a partir da década de 80 a festa vem sendo resgatada e estimulada pelo Estado.

A Praça de São Marcos é invadida por nobres, colombinas e por curiosos, enquanto a elite se refugia em festas exclusivas nas mansões e castelos do Gran Canale. As festas acontecem ao som de valsas, tarantelas e tambḿ ao ritmo do samba.

As famosas máscaras de Veneza são normalmente muito caras, mas é possível encontrar alternativas que caibam no seu bolso ou alugar um um traje. A mais mácara mais famosa e procurada é a famosa ‘bauta’, máscara branca no formato de um bico, acompanhada por um chapéu de três pontas, um casaco grande e uma capa preta de seda, reproduzindo a imagem do nobre de Veneza.

 

2) Carnaval de Viareggio na Toscana

 

carnaval de viareggio

 

Viareggio fica próximo a Lucca, na Toscana, é tem um mar maravilhoso como moldura. O Carnaval de Viareggio é o segundo carnaval na Itália mais procurado por turistas, depois de Veneza. Mas o Carnaval de Viareggio é totalmnte diferente do de Veneza. Ele é conhecido pelos seus belos e imponentes carros alegóricos e acredite se quiser eles tem uma espécie de Sambódromo, a Citadella de Carnevale.

O Carnaval de Viaregio teve origem em 1873, como protesto de alguns burgueses que decidiram sair as ruas de máscara. O Carnaval só não aconteceu durante os anos da Primeira Guerra Mundial.

O Carnaval de Viaregio acontece durante 4 finais de semana, passando pela terça-feira de carnaval, conhecida como martedi grasso pelo italianos. Os desfiles acontecem aos domingos e na terça-feira de carnaval, quando é transmitido pela TV, nos outros dias são realizadas outras festas ligadas ao Carnaval.

O símbolo do Carnaval de Viaregio é o Burlamacco. Sua roupa é composta de um terno xadrez vermelho e branco, que lembra um Arlequim. O nome se refere ao Buffalmacco retratado por Boccaccio em Decameron.

O carnaval é tão importante para a cidade que foi fundado um Museu do Carnaval em Viareggio – Museo del Carnevale.

 

3) Carnaval de Acireale na Sicília

 

carnaval de acireale

Acireale está situada a 17km de Catania e é famosa por seu carnaval, conhecido como “o carnaval mais bonito da Sicília”, é o terceiro carnaval mais procurado na Itália. Aqui também não tem samba no pé, mas a beleza do carnaval e da cidade barroca atraem milhares de turistas todos os anos.

O Carnaval de Acireale acontece no cenário barroco maravilhoso da cidade velha, principalmente na Piazza del Duomo. A cidade se enche de alegria e um clima de descontração toma conta das ruas, com a participação de todos. O grande marco são os carros alegóricos feitos em papel marchê e outros totalmente cobertos por flores. É claro, as máscaras não ficam de fora dessa festa!

O Carnaval de Acireale teve origem muitos anos atrás e foi se aprimorando a cada ano que passava até hoje, e passou a ser conhecido como o carnaval mais bonito da Sicília muito procurado pelos turistas. Como a festa pagã de carnaval vem desde a atinguidade, como já falamos, em algumas cidades ainda é possível encontrar rituais dessa época remota. Em Acireale, ainda hoje, acontece a parada de carnaval ao lado dos distritos medievais de Sant’Anastasia chamados de “Três Reis na corte do rei do carnaval”, bem como grupos folclóricos e os de majorettes – conhecidos no Brasil como Bate-bolas.

O Carnaval de Acireale e seus carros alegóricos não deixa nada a desejar a beleza e a animação dos carnavais brasileiros.

 

4) O diferente Carnaval de Roma

 

carnaval na Itália

 

Bem diferente do nosso carnaval no Brasil também das outras festas  de carnaval na Itália que já falamos aqui, o Carnaval de Roma dura onze dias e as ruas da cidade são invadidas por personagens legionários romanos e super-heróis, as tradicionais máscaras de Veneza pouco aparecem por aqui.

O desfile começa com a execução cerimonial da bandeira de Roma, onde atores com trajes coloridos e históricos desfilam ao longo da Via del Corso. Com cavalarias de diferentes épocas, a festa reúne 130 cavaleiros e 20 carros antigos. Artistas e atores da Commedia dell’arte, cavaleiros fantasiados, grupos históricos e representantes da cavalaria italiana fazem uma espécie de cortejo da Piazza del Popolo até a via del Corso.

Roma fica ainda mais cheia de turistas, que junto com os romanos saem as ruas para ver os desiles e mostrar suas fantasias.


Outras cidades também festejam o carnaval na Itália, para conhecê-las acesse o site oficial com a programação completa aqui.