Os 5 primeiros passos para encontrar as suas origens – Pesquisa Italiana

Você decidiu investigar a história da sua família mas não tem certeza de onde começar? Estas cinco etapas básicas vão iniciar a fascinante viagem pelo seu passado.

 

1. Comece com nomes

 

Primeiros nomes, nomes do meio, sobrenomes, apelidos, os nomes muitas vezes fornecem uma importante janela para o passado.

Os nomes em sua árvore genealógica (veja aqui como fazer passo a passo a sua árvore) podem ser encontrados ao examinar documentos e certidões antigas, ao pedir a seus parentes e ao olhar fotos de família e recortes de jornais (anúncios de casamento, obituários, etc).

Especialmente para os nomes de solteira, procure qualquer mulher antecessora já que elas podem ajudar a identificar os pais e te levar à uma geração na árvore genealógica.

Padrões de nomeação usados na família também podem conter uma pista sobre as gerações anteriores. (Alguns sobrenomes por exemplo, tem significados específicos, também da região geográfica).

Sobrenomes de família muitas vezes foram adotados como nomes próprios, assim como os nomes do meio e às vezes, podem indicar o nome de solteira de uma mãe ou avó. (veja aqui por exemplo, como descobrir se o seu sobrenome é italiano e a origem dele)

Procure também por apelidos, já que eles podem ajudar a identificar seus ancestrais.

Espere encontrar muitas variações de ortografia já que pronunciações e grafias do nome geralmente evoluem ao longo do tempo e o sobrenome que sua família usa agora pode não ser o que eles usavam no começo.

Nomes são também apenas frequentemente escritos errados, por pessoas que fizeram a escrita foneticamente, ou por indivíduos que tentaram transcrever a caligrafia bagunçada em um índice.

 

2. Compilar estatísticas vitais

 

Conforme você procurar os nomes na sua árvore genealógica, você também deverá reunir as estatísticas vitais que os acompanham.

O mais importante, você deve procurar as datas e locais de nascimentos, casamentos e óbitos.

Mais uma vez, recorra à documentos e fotos em sua casa em busca de pistas, e peça à seus parentes que possam fornecer todos os detalhes.

Se você se deparar com dados conflitantes – duas datas de aniversário diferentes para tia Ana, por exemplo.. – só grave as duas datas até que mais informações ao longo do projeto possam ajudar umas às outras.

 

3. Recolher histórias da família

 

foto-antiga

 

Conforme você questionar seus parentes sobre nomes e datas, tome tempo para anotar suas histórias também.

A ‘história’ na história da sua família começa com essas memórias, ajudando você a conhecer as pessoas que seus antepassados eram.

Entre essas histórias, você pode aprender tradições familiares especiais ou famosas lendas familiares que têm sido passadas de geração a geração.

Enquanto elas provavelmente irão conter algumas lembranças criativas e adornos, histórias de família geralmente têm algum fundamento na realidade, fornecendo pistas para futuras pesquisas.

 

4. Selecione um foco

 

Após recolher os nomes, datas e histórias sobre sua família, o próximo passo é escolher um antepassado específico, um casal ou linha familiar na qual você se concentrará.

Você poderia escolher aprender mais sobre os pais do seu pai, um ancestral depois do seu nome ou todos os descendentes de seus avós maternos.

A chave aqui não é o que ou quem você escolherá estudar, só que terá de ser um projeto pequeno o suficiente para ser administrável.

Isto é especialmente importante se você estiver apenas começando em sua busca pela árvore genealógica ou pela sua cidadania italiana.

Pessoas que tentam fazê-la de uma só vez tendem a se atolar em detalhes, muitas vezes de frente para as pistas importantes para o seu passado.

 

5. Mapear seu progresso

 

Genealogia é basicamente um grande quebra-cabeça.

Se você não colocar as peças juntas, da maneira certa, então você nunca poderá ver a imagem final.

Para certificar-se de que suas peças do quebra-cabeça vão acabar nas posições adequadas, gráficos de linhagem e folhas de grupo familiar podem ajudá-lo a gravar seus dados de pesquisa e acompanhar o seu progresso.

Programas de software de genealogia são outra boa opção para a gravação de suas informações e permitirão que você imprima os dados em uma boa variedade de formatos gráficos.

Gráficos de genealogia em branco também podem ser baixados e impressos gratuitamente em muitos sites diferentes.

Não se esqueça de ter um pequeno tempo para gravar o que você pesquisou e o que você achou (ou não)!

 

 

Artigo traduzido do site inglês Thoughtco
Artigo original: www.thoughtco.com (link em inglês)